sexta-feira, 29 de abril de 2011

Apreciando a companhia dos lobos


Tenho passado dias ao lado dos lobos. Deixei um pouco a companhia dos gatos, bons conselheiros para assuntos individuais, mas que não me dão a segurança quente da matilha. Deitamos juntos, eu e os lobos, mantendo a temperatura com nossos próprios corpos. É sempre junto a eles que recobro a mulher selvagem que vive em mim. Lá, onde minha natureza mais profunda vem me resgatar, como uma mão que sai de dentro da floresta densa, e me puxa para seu âmago. Onde posso correr, meu corpo nu, meus cabelos ao vento. Onde posso gritar e rolar pela grama, de tristeza ou de alegria.
Nada de civilidade. Nada de ser educada “como te ensinamos”. Lá eu sou livre. Lá a loucura humana quase não me atinge. Lá há tempo para tudo.
É junto à matilha que tenho resgatado minha beleza, minha auto-estima, meu prazer de viver. Quando tudo fora da floresta densa me aponta um dedo de acusação por eu não ser boa o suficiente, bela como o “modelo”, capaz como a vida exige, eu me refugio.
Na natureza selvagem interior posso beber a água do córrego, sentir o sol manso na minha pele, perseguir as borboletas. Meus irmãos lobos me permitem saber o que é o amor, o carinho, o companheirismo e a segurança de “fazer parte”.
Depois que me recarrego disso, que quase não existe mais na vida humana, volto para ela com mais forças. Em geral acontece assim.
Dessa vez não sei se vou voltar...
Talvez eu volte se ou quando algo na vida humana seja mais verdadeiro que a companhia dos lobos. 

3 comentários:

  1. NÃO SEI PORQUE,MAS ESSE TEXTO TEM ALGO A VER COMIGO. OU SERÁ QUE NÃO LUZ?? VC NÃO TEM VISITADO O MEU BLOG MAIS PORQUE??? GOSTO DOS SEUS COMENTÁRIOS.

    http://thebigdogtales.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Há pessoas também com a capacidade de fazer-nos sentir inseridos, acolhidos. É preciso ter mais fé na humanidade. Bjo

    ResponderExcluir
  3. TEM UM SELO NO MEU BLOG PRA VC. VAI LÁ PEGAR.

    http://www.thebigdogtales.blogspot.com

    ResponderExcluir